Collor é meu Brother!

image

Nos bastidores do supremo, ouvia-se todos os tipos de comentários

– Que Ferrari é aquela?

– Modelo exclusivo de colecionador!

– Lamborguini, sabe quando eu consigo comprar um? Juntando dinheiro por 3 anos.

– Vocês falam desses carros porque nunca tiveram um Bentley, eu já tive um, inclusive quando ele era presidente, mas aí veio o congelamento da poupança, overnight, Semp toshiba stereo, playboy da Malu Mader…

– A Malu Mader nunca posou nua.

– É por que ele nunca dirigiu um Bentley.

A sessão inicia no horário habitual, todo mundo de pé para receber os ministros, café e água para o colegiado e pronto.

– Dou aberta a 40440494922 sessão desta casa.

Todo mundo senta e começa olhar o celular durante aquela leitura interminável de processo contra o ex presidente Collor, até que chega a hora mais esperada.

– O advogado do réu está aqui para pedir a devolução dos carros, entre eles um Bentley, que é um carro maravilhoso com o máximo de conforto e desempenho, apesar de nossas estradas estarem sucateadas desde a época em que o réu era presidente que ao meu ver fez uma péssima gestão, inclusive a única coisa que salvara aquele momento era a novela Selva de Pedra e a playboy da Malu Mader.

– Meritíssimo, Malu Mader nunca posou nua.

– Se tivessem oferecido essa oportunidade, duvido que ela negaria. Que mulher!

O ministro careca, baixinho da direita interrompe:

– Questão de ordem, voltemos aos fatos. Prossiga a leitura ministro.

– Bem, o advogado de defesa do réu pede a devolução dos carros de luxo para cuidados com sua manutenção.

O advogado com terno alinhado, uma pasta preta, gravata com tom cinza, óculos do Harry Potter inicia seu discurso legitimando os cuidados necessários com aqueles modelos exclusivos de luxo.

– Meritíssimo, o meu cliente comprou de forma licita os carros e os mesmos pedem uma manutenção e cuidados específicos.

– De certo, sou favorável pois sabe, eu tive um Bentley. Sei dos cuidados que precisa, inclusive de lavagem.

No auditório ouviu-se

– Lavagem de dinheiro.

– Sessão encerrada. Disse o Presidente da mesa.

De volta aos bastidores, o ministro encontra-se com o advogado

– Será que eu não poderia dar uma voltinha no Bentley antes de devolver.

– Creio que não ministro.

– Pergunta pra ele se ele lembra do Teo, fomos amigos de infância. Collor é meu amigão

– Oh se é.

Ordem é a questão.

Anúncios